Categorias
Informativo

Valor Gastronômico e Nutricional

Seu nome científico se deve ao formato semicircular, lembrando o de uma ostra. Para os europeus, como o champignon, o portobello e o porcini, gosto de adicionar vinho branco, manteiga, alho, cebola, cebolinha e tomilho, e polvilhar salsa depois de pronto.

Quando estudei culinária, aprendi que cogumelos frescos não devem cogumelos ser lavados, apenas esfregados com um pano úmido. Isso se deve ao fato de que eles absorvem naturalmente muita água.

E, portanto, lavá-los faz com que fiquem encharcados, o que pode atrapalhar na hora de dourar. Porém, eu prefiro sempre lavar meus cogumelos, pois eles vêm com muita terra ou sujeirinhas incrustadas.

Sua coloração escura e sabor característico trazem mais personalidade aos pratos, como em sopas e molhos, sendo um ótimo substituto para as carnes. Suas hastes são mais duras, por isso normalmente não são utilizadas, mas podem servir para dar sabor a molhos e caldos antes de serem descartados. Mais do que isso, a presença do selênio também é um bom indicativo da ação anticancerígena dos cogumelos.

Isso porque este mineral, raro de ser encontrado em alimentos naturais, participa da ação enzimática do fígado, ajudando a desintoxicar alguns compostos que podem causar o câncer. Além disso, o selênio ajuda a combater a inflamação e pode diminuir o crescimento de alguns tumores. Segundo a filosofia do Yoga, os cogumelos são alimentos estáticos, por isso, provoca a inquietação mental, a identificação com a matéria e não refina a energia do corpo.

Mas quem nunca comeu um champignon fresco não sabe o que está perdendo. Ele possui um sabor suave, mas muito agradável, além de uma textura bastante interessante. Sua cor é puxada para o marrom e ele pode ser preparado refogado ou assado e combina muito com vegetais, ervas e queijo.

Conhecido também como cogumelo-de-paris, o champignon é, sem dúvidas, o cogumelo mais conhecido no Brasil, principalmente por ser vendido em sua versão em conserva. A combinação de fibra, potássio e vitamina C contida nos cogumelos é bastante benéfica para a saúde do sistema cardíaco. Além disso, por serem baixos em sódio, os cogumelos podem ajudar a diminuir a pressão arterial e os riscos e algumas doenças cardíacas.

Cogumelos Cozidos

Dessa forma, traz profundidade de sabor aos pratos”, explica ela. De origem japonesa, este cogumelo de cor amarronzada é um dos mais conhecidos no Brasil. Por ter o talo bem fibroso, apenas seu chapéu é usado na gastronomia. Além de poder ser utilizado com outros tipos de cogumelos, pode ser consumido sozinho, feito na manteiga.

O champignon é o cogumelo mais consumido e apreciado no Brasil e no mundo, correspondendo a mais de 80% de todo o cogumelo consumido no planeta. É muito bem representado na culinária nacional, fazendo parte de muitos pratos como estrogonofe e pizzas.

Os cogumelos são muito versáteis e podem ser servidos em saladas ou em preparações quentes. Eles ainda apresentam bom conteúdo de fibras, sobretudo o shitake, e quantidades significativas de vitaminas, minerais e antioxidantes. “Esses alimentos são apreciados desde a idade antiga por seu elevado valor nutritivo e potencial medicinal. Algumas espécies são classificadas até mesmo como especiarias nobres”, afirma Marcella Garcez Duarte, nutróloga e professora da Associação Brasileira de Nutrologia. No entanto, cabe lembrar que não suprem tudo que é fornecido pelos alimentos de origem animal.

Muita gente acha que cogumelos são plantas, mas eles são fungos, organismos pertencentes ao Reino Fungi. Evite pacotes que tenham serragem na base do cogumelo (essa parte não é consumível e pode estragar o ingrediente).

Os cogumelos secos precisam ser comprados inteiros, dentro do prazo de validade, com a embalagem bem fechada. Verifique se os cogumelos secos soltam pó ou esfarelam, nesse caso estão velhos. Em aros metálicos quadrados monte o canapé colocando primeiro o creme de mascarpone, o recheio de cogumelos refogados e por cima mais creme. Sua textura é crocante e seu sabor ligeiramente adocicado. Extremamente saboroso e ótimo para melhorar o funcionamento intestinal.

Receitas Mais Vistas

Vai bem grelhado, frito, em massas, risotos, yakissoba e muito mais. Ah, não podemos esquecer das famosas trouxinhas que fazem muito sucesso nos restaurantes japoneses. É o mais consumido no Brasil e conhecido também como Champignon. Ele é branco, bastante carnudo e possui um “chapéu” em formato de botão. Possui vitaminas B1, B2, B3, C, D, cálcio, potássio, sódio, entre outros. Por apresentar um sabor mais neutro, pode ser usado em qualquer receita, como por exemplo o estrogonofe, aperitivos, molhos, saladas e até na pizza.

Os cogumelos são tidos como alimentos especiais desde tempos remotos, provavelmente foram um dos primeiros alimentos colhidos pelos povos pré-históricos. Agora, tenha em mente que, para tirar proveito de todos os ganhos mencionados até aqui, os cogumelos têm de marcar presença no menu. “Em uma dieta saudável, a ingestão semanal adequada varia entre 250 e 300 gramas”, calcula a nutricionista Camilla Avi, do Hospital de Amor (o antigo Hospital de Câncer de Barretos), no interior paulista.

Por isso, deve-se evitar o consumo de espécies silvestres e não colher cogumelos por conta própria. Há casos de pessoas que são alérgicas ao cogumelo e por essa razão não podem consumir esse alimento. Outra questão bastante importante é sobre a procedência do item. Fique sempre de olho nos selos de inspeção e quem é o produtor responsável. Os cogumelos são a única fonte de vitamina D de origem não animal.

Receita De Vegetariano

Além de todas as vantagens alimentares e nutricionais, a produção desse alimento beneficia o planeta, pois seu cultivo é sustentável e não agride o meio ambiente. Estudos indicam que este alimento é pobre em gorduras, sendo uma nutritiva alternativa alimentar para pessoas que estão fazendo dieta de emagrecimento e controle de peso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *