Categorias
Informativo

Processamento de Resíduos Industriais

O Coprocessamento consiste na técnica de destruição térmica de resíduos em fornos de cimento. Através do aproveitamento energético ou como matéria-prima, a destinação final dos resíduos no processo de fabricação de cimento impacta positivamente na conservação e na racionalização de recursos minerais e energéticos.

Durante a “blendagem”, as condições de segurança são extremamente necessárias, caso contrário funcionários podem realizar manualmente atividades com exposição a múltiplos produtos de alta toxicidade.

Esse risco é ainda acrescido pelas chances de acidentes ou intoxicação por componentes químicos que chegam em embalagens rompidas e sem a devida identificação.

Nela, constam todos os procedimentos e exigências para que um processo de fabricação de cimento seja adequado à atividade de coprocessamento.

Essa técnica pode contribuir para a preservação do planeta e dos seus recursos naturais, uma vez que substitui matérias-primas e combustíveis tradicionais requeridos principalmente para a fabricação do cimento, dando uma destinação adequada para resíduos perigosos. representa uma alternativa real frente à necessidade de uma destinação final ambiental e socialmente adequada de resíduos provenientes de diversos processos industriais.

Além de representar uma estratégia para melhorar o desempenho econômico da indústria cimenteira. Solucionar o problema da geração e acúmulo de resíduos é um dos principais desafios da sociedade moderna.

Por isso a redução do impacto ambiental com o coprocessamento de resíduos é a técnica mais viável para empresas. Uns dos principais problemas das pequenas empresas que geram resíduos que podem ser direcionados para o coprocessamento é fazer negócios com grandes indústrias.

Destinação Adequada E Sustentável De

Em geral são utilizados resíduos que pode servir de substitutos para a matéria-prima do cimento, substitutivos de combustível, resíduos inorgânicos para inertização e resíduos orgânicos para destruições térmicas. Assim, resíduos cujo descarte exige cuidados específicos como tintas, solventes, lodos de ETE’s, resinas, solos contaminados, entre outros, são destruídos termicamente nos fornos cimenteiros e suas cinzas incorporadas à matriz do clínquer, sem alterar a qualidade do produto final e gerar novos resíduos.

coprocessamento resíduos

O coprocessamento, técnica que visa ao reaproveitamento de resíduos, encontrou nos fornos das indústrias cimenteiras condições propicias para o aproveitamento energético, servindo também como substituto de matéria-prima (argila, calcário e minério de ferro).

São diversos processos onde cada necessidade nos remete a determinadas soluções especificas que a Lippel, com seu corpo técnico, vem desenvolvendo para solucionar problemas e gerar valor aos resíduos industriais.

A Empresa VR Gestão de Resíduos é referência no segmento de gerenciamento de resíduos industriais, transporte e destinação de resíduos Classe I e II A e B e possui localização no Município de Piracicaba, Estado de São Paulo. Para proporcionar alto padrão de qualidade aos clientes e oferecer soluções satisfatórias, a Empresa conta com o auxílio de profissionais experientes e possui estrutura física diferenciada.

Do projeto a execução, a Lippel desenvolve soluções especificas para gerar valor aos resíduos sólidos industriais, promovendo a preservação ambiental. pode oferecer riscos à saúde dos trabalhadores e ao meio ambiente devido à formação e emissão de partículas poluentes, volatilização de metais pesados, e ainda o risco de acidentes durante o transporte dos resíduos perigosos da fonte geradora até a indústria de cimento, onde serão queimados.

De acordo com algumas empresas nacionais, nesse processo, não há criação de efluentes líquidos e nem de sólidos, já que as cinzas que antes seriam enviadas para aterros passam a ser incorporadas ao clínquer sem alterar suas prioridades.

Coprocessamento: Descubra O Que É E Como Funciona

Em paralelo, legislações mais severas, como a Política Nacional dos Resíduos Sólidos , têm levado empresas a assumirem responsabilidades sobre as consequências ambientais de suas operações. Tais responsabilidades incluem o impacto ambiental provocado pelos resíduos gerados no processo produtivo.

Graças aos avanços tecnológicos, muitos produtos são descartados antes mesmo do fim de sua vida útil, o que aumenta a já expressiva carga de resíduos sólidos que deve ser manejada pelo poder público. Além disso, a acelerada e constante produção industrial de diferentes setores também tem gerado uma quantidade elevada de resíduos no Brasil e no mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *